Inicial / Economia / Caixa cria financiamento “minha dívida histórica, minha vida” para brancos de baixa renda

Caixa cria financiamento “minha dívida histórica, minha vida” para brancos de baixa renda

Após os maiores pensadores contemporâneos do cenário nacional (estudantes de universidades públicas) concluírem, de forma brilhante, que todos as pessoas de pele clara possuem dívida história com as pessoas de pele escura o governo já trabalha para lançar a cobrança dessa dívida já para o próximo ano. Como a dívida é calculada com a taxa de juros dos cartões de crédito (400% a.a.) e a mesma já existe a várias décadas, a conta dessa fatura virá bem alta para todos os brasileiros que deram o azar de nascerem com pele mais clara.

Vendo uma oportunidade de lucro nisso, a Caixa Econômica Federal já criou a primeira linha de crédito do Brasil dedicada exclusivamente para aqueles que constituem uma parcela grande da nossa sociedade: os brancos de baixa renda. Dessa forma, mesmo quem for considerado pobre mas branco não escapará de pagar sua dívida histórica uma vez que poderá financiar o valor em até cinquenta anos através da Caixa.

A Caixa analisa que será um recurso com bastante procura devido ao fato de que mesmo quem for considerado branco e pobre terá que pagar sua dívida história para quem for considerado negro e rico, ou seja, ninguém escapa independente da sua condição sócio-econômica. Como tudo no Brasil o governo terá sua parte dessa dívida através de uma alíquota especifica para o pagamento da dívida histórica, além do lucro da própria Caixa com esse financiamento em si. Com isso o governo estima ter um complemente de arrecadação tão poderoso que poderá a voltar a emprestar dinheiro aos países amigos do Brasil como Cuba, Venezuela, Bolívia e países africanos cujo ditador é amigo do ex-presidente Lula. O próprio Fidel Castro comemorou a decisão de cobrar essa dívida e já consultou sua amiga Dilma Rouselfie sobre a possibilidade de receber um novo empréstimo para criação de mais um porto e ferrovias dentro do país comunista.

Apesar de anunciar a criação da nova linha de crédito a Caixa ainda não confirmou quando o financiamento está disponível, o motivo alegado é a falta de caixa na Caixa devido ao dinheiro emprestado ao governo nas chamadas pedalas fiscais. Até que o governo não devolva os bilhões que pegou emprestado dos bancos públicos o financiamento não será disponibilizado. Os movimentos sociais comemoraram a decisão mas alegaram que ainda não é suficiente, para eles além do pagamento da dívida histórica seria necessário que os brancos fossem por algumas décadas escravos dos negros para aí sim completar o pagamento de suas dividas, sistema muito parecido com o atualmente adotado pelo “mais médicos” do governo federal que semi-escraviza médicos despreparados do regime ditatorial cubano.

Sobre Redação

Deixe uma resposta