Inicial / Política / Preço da cachaça dentro da prisão preocupa Lula

Preço da cachaça dentro da prisão preocupa Lula

Condenado à nove anos e meio de detenção em regime semi-fechado pelo Juiz Estadual de Zero Instância em Curitiba, Dr. Sérgio Moura, o ex-presidento Luiz Lula da Silva está com mais uma preocupação que vem tirando seu sono todas as noites. Segundo fontes altamente mais-ou-menos confiáveis, Lula estaria preocupado com uma eventual abstinência alcoólica que lhe seria imposta quando começar a frequentar algum dos hotéis para condenados. Bebidas alcoólicas apesar de não serem proibidas costumam ser super valorizadas dentro de presídios, e Lula teme ter dificuldade para manter sua média de 1L/dia (mais econômico até que um Fiat Uno Mille Fire, 1.0, 8V, 55cv, 2 portas na descida).

A água que passarinho não bebe costuma ser um dos itens mais valorizados e disputados para quem vive vendo o sol de minecraft (ver o sol nascer quadrado), apreciador de uma boa 51, o ex-presidento já estaria elaborando planos para garantir suas necessidades diárias, ainda assim, Lula estaria muito preocupado caso fique realmente privado de sua bebida favorita e estuda recorrer ao STF se for necessário.

Nossa produção procurou a Secretária Nacional de Justiça e indagados sobre a questão, sua assessoria apenas comentou que “mesmo ex-presidentos reconhecidos internacionalmente pelo alto consumo de bebidas não estão acima da lei e não terão direito a nenhuma regalia ao estarem dentro da cadeia”. Por sua vez, em nota, o Instituto Lula desmentiu os fatos e alegou que o episódio se trata-se apenas de mais um “fake news” criada pelo Presidente Trump em parceria com Aécio Neves e o MBL (Movimento Bora Lacrar) com claro intuito de desmoralizar os maiores lideres socialistas do mundo, como é o caso de Lula. Por sua vez, questionado em uma entrevista, Lula se manifestou desmentindo os fatos, desmentindo a nota do próprio instituto e por afim alegou apenas beber socialmente com um amigos Lula não deixou claro quem seria o amigo dono da bebida que se referia durante a entrevista.

Sobre Lucas Brugneroto

Lucas Brugneroto é correspondente internacional no Brasil para o Jornal Internacional e para a TV Azteta do México. Com visão política bem definida, votou em Dilma no primeiro turno, Aécio no segundo turno e Michel Temer no terceiro turno das eleições presidenciais de 2014. É a indicação pessoal do Senador Renan Calheiros para assumir uma vaga como jornalista de nosso site.

Veja também

michel temer

Michel Temer reclama ter recebido propina menor do que a paga ao Lula

Segunda fontes altamente mais-ou-menos confiáveis, o presidente Michel Temer teria se irritado ao ler nos …

Deixe uma resposta